Comprar carro por comodidade e conforto

Sabemos que a aquisição de um veículo traz benefícios como comodidade e conforto. No entanto, ao fazer as contas, será que realmente vale a pena comprar um carro?

Muitas pessoas não fazem ideia de quanto custa manter um carro, compram apenas pensando nas parcelas do financiamento, e esquecem as demais despesas.

Então, se você está pensando em adquirir um automóvel, mas não sabe se chegou a hora de fazer a compra, é bom colocar os números no papel. O melhor é ter pelo menos uma estimativa antes de ir a uma concessionária e fechar o negócio. Este texto vai te ajudar a descobrir se vale a pena comprar um carro.

Primeiro, saiba se todos as despesas do carro cabem no seu orçamento

Custos compra de um carro

É importante que os gastos com a manutenção periódica, os impostos, o seguro, o licenciamento e o combustível — cada dia mais caro — caibam no orçamento.

Além disso, também há despesas com estacionamento, eventuais reparos não planejados e multas de trânsito (quando há o descuido e ocorre infração). Não considerar esses custos pode causar “surpresas” indesejáveis. 

Entenda qual é o custo mensal e a taxa de desvalorização do carro

O custo mensal de um carro novo, comprado na faixa entre 30 e 50 mil reais, gira em torno de R$ 1.000,00. Somado a despesa que ele gera, ele ainda vai se desvalorizando com o passar dos anos, e nem é preciso muito tempo.

O valor de revenda já pode cair, significativamente, em dois ou três anos. É importante estar ciente disso.

Devido a esses fatores, algumas pessoas optam pelo aluguel de carro ou pelo serviço de carro por assinatura. Inclusive, o aluguel de carro para empresas tem sido uma alternativa bastante procurada.

Liste e some cada custo

Alguns desses custos tem periodicidade anual, outros mensal. Faça uma tabela com uma coluna para cada periodicidade. Ainda que não tenha o cálculo exato, já serve para ter uma noção.

Seguro do carro

O seguro é uma despesa essencial, pois nos dá mais segurança para usar o veículo no dia a dia com menos preocupação quanto à ocorrência de imprevistos.

Antes de contratar um, é importante saber como ele funciona, quais são as condições de cobertura, entre outros fatores. Dessa forma, você saberá se ele realmente cobrirá as suas necessidades e atenderá suas expectativas.

Impostos sobre o carro

Com relação aos impostos, é preciso considerar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), caso o seu carro não seja isento.

Essa taxa pode variar. O valor de mercado do veículo é um dos fatores levados em consideração para o cálculo, além da alíquota correspondente. Em geral, pode variar de 1,5% a 4,5% do valor do carro. Para um popular zero com preço de R$ 43 mil, o valor é de R$ 1.680,00, aproximadamente. 

Existe também a taxa de expedição do Certificado de Registro de Veículo (CRV), o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) — conhecido como seguro obrigatório — e as multas, para os motoristas que não cumprem as leis de trânsito.

Licenciamento

Para finalizar os custos com a regularização do carro, há o licenciamento, que é um custo variável de acordo com o estado, mas, em geral, tem um valor médio de R$ 100,00. 

Manutenção do automóvel

Custos manutenção do carro

É essencial fazer todas as revisões periódicas, pois elas estão ligadas à garantia do veículo e, é claro, ao bom rendimento e utilização dele.

O indicado, tanto por especialistas quanto por montadoras, é fazer revisões semestrais ou a cada 10 mil quilômetros rodados. Entre itens substituídos em determinadas revisões, estão:

  • óleo do motor;
  • pastilhas de freio;
  • discos de freio;
  • fluído de freio;
  • filtros (de óleo, de combustível, de ar condicionado e de ar). 

Os gastos com a manutenção de um carro usado, no Brasil, devem girar em torno de R$ 1.500,00 por ano. Já os carros zero quilômetro tendem a ter menos problemas nos anos iniciais, no entanto os custos de suas revisões também possuem aumentos gradativos.

E como estamos falando sobre manutenção de veículos, sejam novos, seminovos ou usados, saiba mais sobre a Troca de Óleo de Carro – Quando fazer e a sua importância.

Depois de somar os custos, compare o valor anual

Somando todos os gastos citados ao longo deste texto, o valor anual desembolsado pode chegar a cerca de R$ 16 mil.

Dependendo do perfil de uso do motorista, modelo e ano do veículo, podem haver variações, para mais ou para menos.

Custos adicionais, como ajustes, trocas de pneus, polimentos, inclusão de aparelhos multimídia, entre outros ajustes opcionais, não estão inclusos.

Agora você já entende melhor o que calcular para saber se realmente vale a pena comprar um carro. Apenas com conhecimento desse valor anual você vai conseguir fazer um comparativo com outras alternativas, como aluguel de carros ou serviço de assinatura de carro.